Resenha

04/02/2019
  • es

Madurar acarrea nuevas libertades y desafíos. Este libro se ocupa, desde ocho perspectivas experimentadas y cuidadosas, de advertir sobre retos claves que se avecinan para la comunicación de las ciencias, crecida y aggiornada a la par de la tecnociencia.

12/08/2019
  • pt

Aborda como a série “O escolhido”, produção audiovisual veiculada pela Netflix, trata das associações entre ciência e fé. A trama acompanha a trajetória de três jovens médicos na tarefa de vacinar a população de um isolado vilarejo no interior do Brasil para uma variedade mutante do vírus Zika. Liderados por um guia espiritual local, os moradores recusam a imunização, pois ali não há doenças. O roteiro da série explora a conexão entre crenças humanas e os limites das tecnologias médicas, acompanhando como três médicos lidam com situações limites em que seus conhecimentos e métodos são confrontados por um outro tipo de saber, o espiritual.

17/04/2019
  • es

Esta contribución revisa críticamente el libro titulado “Los museos de ciencias. Universum, 25 años de experiencia” que editó la Dirección General de Divulgación de la Ciencia (DGDC) de la Universidad Nacional Autónoma de México con motivo del aniversario del museo de ciencias Universum. La obra comprende ocho contribuciones generadas a raíz al Seminario de Investigación sobre Centros de Ciencia realizado en la Dirección Académica de la DGDC. El libro representa la suma de testimonios y reflexiones sobre la amplitud de posibilidades de investigación que convergen al interior de la casa de las musas.

21/10/2019
  • pt

O livro “Ciência em Cena: teatro no Museu da Vida”, evidencia a reaproximação e simbiose entre arte e ciência em quatro atos, como em uma peça de teatro, e conduz o leitor a explorar as conexões entre teatro, ciência e divulgação científica dentro e fora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), uma relevante instituição de pesquisas brasileira. A obra merece aplausos por retratar com brilhantismo como um sonho feito de ciência e arte se tornou realidade e se destaca como uma referência essencial para compreensão da relação entre teatro e ciência no cenário contemporâneo brasileiro.

23/06/2020
  • pt

A série Santos Dumont aborda a história de um dos principais nomes e etapas da história da aviação. Em seis episódios de 60 minutos vemos a biografia do jovem milionário brasileiro que se consagrou na França com suas inovações e proezas, que lhe valeram vários prêmios e reconhecimento internacional. Se os balões sempre encantaram a população, o desenvolvimento de dirigíveis (infláveis equipados com motor e leme) e, logo em seguida, os desafios públicos para criação e apresentação de veículos voadores mais pesados que o ar, eram espetáculos que atraiam multidões e ganhavam as primeiras páginas dos jornais. Acompanhar essas cenas nos faz compreender como uma personalidade (sua motivações, receios, posturas) e suas relações sociais (familiares, amizades, trabalho e política) se entremeiam na história da tecnologia (desafios materiais, buscas de soluções, habilidades e dificuldades) e de suas representações públicas (significados, impactos, expectativas).

17/06/2019
  • es

El XVI Congreso de la Red de Popularización de Ciencia y Tecnología de América Latina y el Caribe (RedPOP) se realizó del 21 al 26 de abril en la ciudad de Panamá. El texto narra las principales actividades del evento que dió cita a divulgadores de ciencia de diversos países de la región.

26/11/2019
  • es

“Museos ¿Para qué?” es un libro de Sandra Murriello y Astrid Bengtsson que tiene como objetivo principal motivar y hacer reflexionar a los jóvenes sobre la existencia, razón de ser y manera de hacer de los museos como parte de la vida cultural de una sociedad. A pesar de estar dirigido al público joven, se trata de un libro para todos los públicos por su contenido asequible, directo y sincero. Encontramos referencias desde la historia de los primeros museos hasta los museos virtuales pasando por las controversias principales que rodean al patrimonio cultural hoy día.

21/11/2018
  • pt

Realizado no segundo semestre de 2018, o 3º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciência (ABCMC), um dos mais expressivos encontros de centros e museus de ciência do país, colocou em pauta discussões atuais e relevantes para a área, como Agenda 2030; Inclusão e Acessibilidade; Sustentabilidade. Marcado pela recente tragédia que atingiu o Museu Nacional e levou à perda de grande parte de sua estrutura física e acervo, o evento reforçou a forte apreensão das instituições latino-americanas frente ao futuro cenário político, mas também trouxe diversos exemplos de iniciativas de divulgação científica bem sucedidas que trazem otimismo aos que atuam no setor.

Subscrever Resenha